Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Março, 2009

Descobrir ar-o-mas

damascus.

O primeiro

plano em que se revela a realidade escondida-

Sentes a sua presença desde Janeiro

Mas distingues apenas ao longe o sentido da vida

.

Se houver luz

Se não houver quem nos

diga que é afinal

um reflexo natural

Read Full Post »

Last & Least

All Things Can Tempt Me

 

All things can tempt me from this craft of verse:
One time it was a woman’s face, or worse —
The seeming needs of my fool-driven land;
Now nothing but comes readier to the hand
Than this accustomed toil. When I was young,
I had not given a penny for a song
Did not the poet Sing it with such airs
That one believed he had a sword upstairs;
Yet would be now, could I but have my wish,
Colder and dumber and deafer than a fish.

W. B. Yeats

in my english lessons

P
 

 

Read Full Post »

not featuring zz

not so cold

and something to play

when the moon is’nt bold

the sky is dark and gray

so many letters to unfold

meaning that i’m not a prey

Read Full Post »

start over

 

F……

Read Full Post »

No(ves) fora

canto e desencanto

 

quando acordas e vês que o dia raiou, importa saber se é manhã ou apenas acordar do sonho.

pois um dia olhas para trás e pensas que aquilo que viste pode ou não ter-se passado. ou fazer parte dele…

Read Full Post »

O sol é bom, mas…

Seca

 

A erva cresce só que, para as favas, o calor da tarde não é nada benéfico. A terra é muito permeável, precisa sempre de muita água e apenas a humidade orvalhada da noite não é suficiente para um bom desenvolvimento. Apenas uma parcela que apanha um pouco mais de sombra das laranjeiras está com melhor aspecto.

há estrelas?

A objectiva captou qualquer coisa?

7 da manhã

 

 

8 da manhã

 

Close up

Já se vêem algumas flores.  À tarde, as vespas, abelhas e zangões entram em actividade – não os consegui ‘apanhar’.

laranjeira?

Quase tudo o resto está seco. Depois do vento frio, este calor primaveril precoce e exagerado estragou o resto da paisagem….

Read Full Post »

… de fundo

flores de primaveraPêssego branco

espargo

Espargo do Alentejo

 

lavra

Lavoura para adubo de fundo

 

e amanhã há mais

Read Full Post »

O que leva à construção duma imagem, passar à tela o sonho, dizer em duas linhas uma frase monumental? um flash repentino? pensamentos repensados?
“O mais valioso de todos os talentos é aquele de nunca usar duas palavras quando uma basta.”  Thomas Jefferson

 

Só depois de olhar à distância, se consegue ver os contornos da beleza, mesmo que seja apenas cinzenta. A visão forma a construção, de forma a que a mente te não engane.

  • Ah, não há saudades mais dolorosas do que as das coisas que nunca foram!
– “Autobiografia sem Factos”. (Assírio & Alvim, Lisboa, 2006, p. 111)  Bernardo Soares

 

 

 

Read Full Post »

Ama_relo

Look at the stars,
Look how they shine for you,
And everything you do,
Yeah, they were all yellow.

I came along,
I wrote a song for you,
And all the things you do,

And it was called Yellow.

So then I took my turn,
Oh what a thing to have done,
And it was all Yellow.

Your skin
Oh yeah, your skin and bones,
Turn into something beautiful,
Do you know?
You know I love you so,
You know I love you so.

I swam across,
I jumped across for you,
Oh what a thing to do.
‘Cos you were all yellow,

I drew a line,
I drew a line for you,
Oh what a thing to do,
And it was all yellow.

Your skin,
Oh yeah your skin and bones,
Turn into something beautiful,
Do you know?
For you I’d bleed myself dry,
For you I’d bleed myself dry.

It’s true, look how they shine for you,
Look how they shine for you,
Look how they shine for…
Look how they shine for you,
Look how they shine for you,
Look how they shine…

Look at the stars,
Look how they shine for you,
And all the things that you do.

 

 

 Inexplicavelmente perdida na bruma
Só por ter escolhido o caminho certo
Quando a paisagem é só uma
O fim fica sempre mais perto
                  
E se houver algo que te guie
Recorda-o sempre 
Em cada madrugada que se inicie

Read Full Post »

sexta, seis

Hora agora!

sonhei ser efectivo

mas nem consigo ser afectivo

sonhos do vento que passa

são rios que a chuva faça

Read Full Post »

Older Posts »