Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 1 de Setembro, 2010

En-cortar

dessa imaculada ferida

que nunca saraste

restou a linha intermitente da vida

– pouso nocturno da ave que nunca foste

|

em cada momento intenso e breve do passado

vive a obra inacabada da continuidade

passar a vau onde era a nado

– pintar a mentira na cor da verdade

Read Full Post »