Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 1 de Outubro, 2012

Oito

se bastasse viver

e ter o nome numa placa

de rua

de granito sepulcral

se bastasse morrer

e não ser a parte fraca

nua

da escrita ancestral

mas a pedra é fria como o vento

quebra-se e desfaz-se em pó

branco, ocre ou cinzento

grãos de sede sem dó

– deixa que seja a tempestade

a vencer a adversidade

Read Full Post »