Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 10 de Agosto, 2014

Frio sem margens

de um lado há o fim
doutro o momento
vazio
um banco de jardim
onde todos os dias me sento
como uma pedra num rio
vou ao fundo
e lá fico
um segundo
um nico
haverá sempre amanhã e depois
como houve outrora e passado
só agora nunca é dois
apenas coragem e fado

Posted from WordPress for Android

Read Full Post »