Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 2 de Dezembro, 2014

2.35

quando se apaga
uma linha
uma intenção
que a manhã traga
uma estrelinha
uma razão
para continuar
no carril frio da coragem
na contraluz do luar
no camuflado da paisagem

se nesse mar tranquilo
voam as gaivotas e as espadas
ao lado das árvores caídas me perfilo
e um dia serei o último degrau das escadas
pedras gastas
lágrimas vastas

Posted from WordPress for Android

Read Full Post »