Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 22 de Novembro, 2015

vapor

vou correr pela pradaria

suar a minha agonia

beber e saciar o momento

secar o pensamento

que me leva os sonhos na corrente

até à foz do presente

Anúncios

Read Full Post »

chove a chuva no quintal

nada é suave

nem que se adoce demais

ainda que a vida agrave

a erva daninha nos quintais

deixa

sorri

um dia alguém acha

o caminho onde corri

Read Full Post »

nesta vida de fugas

silenciosa

do vento, sinfonia

sem cultivo de rugas

despretensiosa

da ilusão, poesia

¨¨¨¨

se tiveres em ti a verdade mais doce

se gostares da solidão como se o nada fosse

a multiplicação da incógnita infinita

terás sempre que lutar pacificamente com um medo quedo

mas não há sol que iluda

a morte e o pó

pois o amor muda

até ficar só

Read Full Post »