Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Fotos’

traço contínuo

Vias e veias

Photo on VisualHunt

nas veias correm o sangue e o vento

tudo é desordem

cá dentro

não há estrada sombria

onde passes e sonhes

no momento da partida e da mudança fria

nas pegadas que deixes

ao sabor da chuva

na curva cega

na folha que cai para sempre

todos os dias

para que lembre

de que nada serve a si

pois ninguém perdeu o que já perdi

e as lágrimas vazias

são o eco e a contrição

da prece que sempre se esquece

na areia quente da tua mão

nas ondas calmas onde o passado navega!

 

Read Full Post »

acentos reflexos

sea-dawn-sky-sunset-1

Photo on Visual Hunt

por mais que seja a saudade

essa visão que atravessa o espaço

dirá sempre palavras menores

pois nunca a verdade

se desfaz como um laço

num arco-íris sem cores

e é ser maior que o pó

ter tudo e ser apenas só

o fim secreto num banco de jardim deserto

 

Read Full Post »

5570642074_001851162b_c

Photo by Tilman Haerdle on Visualhunt.com / CC BY-NC-ND

porque foste e me deixaste

aqui sentado

a olhar o céu estrelado

ao ver a chuva cair

lembro-me desse sorrir

das palavras inéditas

que só tu sabias

e que as dizias

como se estivessem escritas

no livro que nunca leste

– e nesta fracção breve do que dou

terei sempre em mim a tua mão

o teu cabelo alvo

e em todos os sonhos que salvo

na noite sem escuridão

serei sempre mais daquilo que sou

Read Full Post »

wilt

3854344787_4ac742645e_c

Photo credit: San Diego Shooter via VisualHunt.com / CC BY-NC-ND

queria dizer tanto

como se amanhã não existisse nada

queria tanto que não consigo

seguir ao sabor do vento

nada há, cá dentro

que te traga

que me ensine o insondável

aqui sentado na memória, no eclipse invisível

desta fria mão fechada

Read Full Post »

I saw the crescent

http://apod.nasa.gov/apod/ap150720.html via #NASA_APP

Posted from WordPress for Android

Read Full Post »

Meio-dia

Shaded

 

há tanto tempo no escuro

sem destino traçado

sentado atrás do muro

salto na busca fria desse lado

 

e de tarde, quando o sol ilumina

a parede branca de cal

toda a sublime escuridão termina

mas a penumbra morna é a habitual

 

desse breve instante de alegria

guardo todos os dias um segundo

e quando amanhã for meio-dia

tenho um pouco mais de fé neste mundo

Read Full Post »

Imagem

encontra o lugar para guardar

uma vida escondida

de toda a razão válida pela sombra mais pálida

entre mim e a porta aberta

nunca haverá um eclipse

(nem a besta do apocalipse)

só uma amizade que se enxerta

observa

aproveita o ensejo

ilumina a minha sina

corrompe o desejo

enquanto me deito na erva

Read Full Post »

Older Posts »