Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Veneno’

Justaposição

é cedo
nesta alvorada de ilusão
tudo nasce de segredo
nada há na minha mão
que seja saudade
breve
única na desigualdade
onde a utopia se atreve
       ah, o início
       devia ser sempre ímpar
       como o auge do solstício
       pôr do sol e o luar
outro dia
outra semana
a mesma melodia
nada voa, nada plana

Posted from WordPress for Android

Anúncios

Read Full Post »

Apenas

tão pequeno
é a dimensão que muda o ensejo
liberta e navega sem rumo
nesse mal que não entendes
de todas as batalhas te defendes
sem argumento nem resumo
apenas um desejo
de um amanhecer sereno
,…
angústia de sete dias
e mais sete
de mãos frias
onde a esperança se intromete

Posted from WordPress for Android

Read Full Post »

Meias palavras

busca sempre o alvo
imenso
pois só o mundo breve a que pertenço
não será salvo
já podia partir ou
apagar
a equação que não sou
tudo ficaria no lugar
só à noite há
sonhos do lado de lá
quimeras
no lado de dentro das esferas
o arco
é parco
leme desse barco
diz
que foste feliz
eu nunca o fiz

Posted from WordPress for Android

Read Full Post »

talvez
um homem seja capaz de te amar
eu não
talvez
um gesto te dê felicidade
o meu não
talvez as palavras dos outros sorriam
as minhas não
       o que vida fez
       não irá chegar
       para colorir a saudade
       das pérolas que outrora nasciam
e aqui sentado
deixo de ser eu
esfera de um só lado
um minuto no apogeu

Posted from WordPress for Android

Read Full Post »