Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Pink Floyd’

os números rodopiam

as palavras dançam sem ordem

uma desordem infinita

até que o finito seja um epitáfio

demasiado sombrio e desconexo

nesses momentos sem amplexo

de orações no cenotáfio

toda a fé é maldita

nem que os anjos acordem

quando as cordas se desfiam

¨

aqui não há tesouros

nem frescos bebedouros

só equações diferenciais

linhas rectas e diagonais

¨¨

nesta matemática impura

as leis supõem o erro

um resto que perdura

um declínio sem aterro

uma existência sem cura

¨¨¨¨

extenso sem letras nem lágrimas

porque só o fim é linear

entendo as breves máximas

que ficam sempre a pairar

como plumas ao vento

como soma do pensamento

desses momentos sem lástimas

¨¨¨¨¨¨

o método que causa a distância

a certeza que baixa os olhos

a esperança que cega a afirmação

o múltiplo que volta para trás

tudo numa só instância

de flores aos molhos

murchas pela negação

vencer sem trunfo nem ás

e do lilás se faz tinto

e é nada o que sinto

pois já findou o dia e a devolução do eco

tira-se a roupa e a máscara do boneco

I’ve got a little black book with my poems in
I’ve got a bag with a toothbrush and a comb in
When I’m a good dog they sometimes throw me a bone in
I got elastic bands keeping my shoes on
Got those swollen hand blues.
Got thirteen channels of shit on the TV to choose from
I’ve got electric light
And I’ve got second sight
I’ve got amazing powers of observation
And that is how I know
When I try to get through
On the telephone to you
There’ll be nobody home

from The Wall – Pink Floyd

Read Full Post »

straight

“I knew the moment had arrived, for killing the past and coming back to life.”

back to Dec 7th 2006

Read Full Post »

Este fim-de-semana fui ao Alentejo. Visitei a campa do meu pai, algo que já não fazia há meses… fui pedir-lhe um conselho, algo que raramente fiz enquanto viveu. Também o não percebi desta vez, algo que me deixa sempre na dúvida existencial da relação pai/filho.

Procuro o caminho, nesta noite iluminada pelo quarto minguante, algo que sempre me fez ver a sombra a diminuir.

Read Full Post »

Okay

I cannot put my finger on it now

Read Full Post »