Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Sol’

essa beleza estranha

que se esconde na incerteza

onde cada lágrima se apanha

numa gota de chuva quente

que se sente na emoção

em nenhum momento de tristeza

(pois ninguém chora nem sente

a redundância de dizer: não!)

Read Full Post »

tree-fog-forest-nature-landscape-mist-light

Photo on Visualhunt

 

leaving all the light behind

out of sight

out of mind

when the dark has no meaning

all the letters are lost

and the spiders are singing

their song in the mist

where the hands got blind

Read Full Post »

acentos reflexos

sea-dawn-sky-sunset-1

Photo on Visual Hunt

por mais que seja a saudade

essa visão que atravessa o espaço

dirá sempre palavras menores

pois nunca a verdade

se desfaz como um laço

num arco-íris sem cores

e é ser maior que o pó

ter tudo e ser apenas só

o fim secreto num banco de jardim deserto

 

Read Full Post »

um poço vazio

15538698051_3239a43af2_c

Photo by kenmainr on Visual hunt / CC BY-NC-SA

todos os dias

e noites sem fim

guardo as alegrias

que já houve em mim

escondo o medo numa gaveta cheia

já nada me rodeia

a linha do horizonte é vertical

as lágrimas já não têm sal

nem lenço

mas ainda penso

que estás à minha espera, numa qualquer Primavera

Read Full Post »

o sol sem eira

punch-fist-hand-strength-isolated-human-fight

Photo via Visualhunt.com

julguei um dia que o combate

era uma forma de arte

fui à luta e não morri…

mesmo perdendo sorri

pois só assim vês o que vale a pena

o momento exacto de sair de cena

nos bastidores respiras

e todas as máscaras tiras

até seres uma mão aberta

as entrelinhas dum poeta

feito de nostalgia e vento

diluído no firmamento

onde há estrelas e nebulosas

silêncio de tantas prosas!

¨¨¨¨¨¨

se um dia

podia

ser essa metade inteira

agora sou

o lugar onde não estou

o sol sem eira

Read Full Post »

esquecimento

6948969177_72275af5fb_o

Photo credit: Rainshift – http://www.rainshift.com via Visual hunt / CC BY

o nosso mundo

é um segundo

de cada vez

– só tu o vês

e inundas –

das coisas mais profundas

como perder e seguir

como chorar e sorrir

e amanhã é outro dia

uma sala vazia

que preenches com uma dança

e um sonho que ninguém alcança

Read Full Post »

Pavio

candle-smoke-fire-flame-candlelight-extinguish

Photo via VisualHunt.com

 

És uma candeia ao canto do quarto
Às vezes longe, às vezes perto.
Trazes o brilho e a coragem,
Demonstras a fé nesta viagem…

– E eu estou aqui deitado,
Às vezes ao frio, às vezes tapado
(cresce em mim a tempestade)
– Aqueço assim a saudade.

E no frio desta caverna
Húmida e teimosamente eterna,
Pingo a pingo, hoje, amanhã e depois,
Lembro as vidas que não tivemos os dois.
Apenas este pavio
Veio acalmar este frio
Nas mãos, na mente e na alma.
Uma voz suave que acalma…

Cêra.
Quimera.
Sonho.
Coração tamanho.

Read Full Post »

Older Posts »